Ana Célia e Guilherme à maneira de Dilma e Temer

CONJUNTURA /// Deixando à parte questões partidárias e características pessoais, qualquer semelhança (alusiva) não é mera coincidência. A junção de Dilma e Temer, promovida por Lula num conchavo para fortalecer a base governista em Brasília, foi criticada por muitos na época. Nas devidas proporções, boa parte da população de Surubim olhou torto para a parceria entre os Farias e os Nóbrega, com Ana Célia e Guilherme selando uma união sob o auxílio de Flávio.
.
Antes mesmo de a atual gestão iniciar-se, muita gente já previa que a prefeita e o vice-prefeito não se manteriam em sintonia por longo tempo, decorrente o histórico passado de desavenças e conflitos. Não à toa, a bomba-relógio com contagem regressiva estourou, trazendo à tona uma polêmica de incompatibilidade entre os pilares do Executivo Municipal. Que ecoa até então por meio de áudios vazados e críticas de um para com o grupo do outro.
Fotomontagem: Danilo Leal/Google Imagens

Fotomontagem: Danilo Leal/Google Imagens

Bem, lá no Planalto, por debaixo dos panos, Temer armou um plano para puxar o tapete de Dilma e o concretizou com sucesso. E por aqui? É bem provável que os Nóbrega não tenham se habituado ao status de coadjuvantes, sem o respaldo que vislumbravam alcançar após o período eleitoral de 2016. Já que os Farias são experientes na política, independente dos méritos da aliança no avanço da popularidade de Ana, durante o pleito.
Mediante o atrito das últimas semanas, ficou evidente que o conto de fadas virou desilusão na Prefeitura da Capital da Vaquejada. Dando margem para várias especulações, constatações pessimistas e choque de egos. Mas será que em Surubim acontecerá algo similar com o que houve em Brasília, quando Temer mostrou-se lobo em pele, protagonizando um golpe contra Dilma pra se beneficiar da linha de sucessão?
.
Por ora é cedo para afirmar algo tão drástico e também para categorizar que Ana Célia e Guilherme Nóbrega não têm possibilidade de uma reconciliação. Talvez seja remoto. Decerto, é sabido que os anseios surubinenses precisam se sobrepor às turbulências dos bastidores, para que o governo, que se mantém tímido nos primeiros meses de gestão, comece a engrenar consideravelmente.

Luiz Carlos Mota

A comunicação me fascina. Gosto de relatar, informar e opinar. Portanto, pus no ar um site pra expor minha terra de uma maneira dinâmica, sob o meu prisma e o de outros autores.
Seguir:

Notícias Recentes