Apagão prolongado, o símbolo mais emblemático de um regime em estado terminal

Os dois presidentes da Venezuela se acusam pelo mais longo apagão de todos os tempos no país e disputam quem está mais capacitado para gerir o caos provocado por colapso em hospitais e aeroportos, saques em lojas e mercados, alimentos que deterioram e um elenco interminável de mazelas no quinto dia sem energia elétrica.
 
“Não há maior símbolo do escurecimento de um país do que a luz que cessa, a luz que acaba”, resumiu o embaixador Marcos Azambuja, ex-secretário-geral do Itamaraty em debate sobre a crise venezuelana, promovido pelo Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri), em parceria com a Firjan.
 
(fonte: G1)
 

Portal voltado principalmente para Surubim & Região, por meio de notícias e opiniões. Mas também direcionado para assuntos relevantes no restante do Brasil e do mundo em geral.

Notícias Recentes