Barragem de Jucazinho: de Temer ao que temer!

SOS /// Apesar das chuvas torrenciais das últimas semanas, culminando no acúmulo de água por parte da Barragem de Jucazinho, após 1 ano e meio de colapso, não há bonança! Devido à desorganização (entre outros fatores piores) dos governantes, algo infelizmente típico. A interminável e caótica obra de saneamento da Compesa em Surubim que o diga.

Surubim (PE) – Presidente Michel Temer durante visita à Barragem de Jucazinho | Foto: Beto Barata/PR

A circunstância, indo direto ao ponto, é a seguinte: no início de dezembro de 2016, quando Túlio Vieira ainda era o prefeito do nosso município, Temer iniciou sua primeira jornada no Nordeste justamente na Capital da Vaquejada. Mais precisamente, nas intermediações de Jucazinho. Por lá, presenciou seca e o paredão da barragem deveras deteriorado, evidenciando necessidade imediata de manutenção.

Surubim (PE) – Presidente Michel Temer durante visita à Barragem de Jucazinho | Foto: Beto Barata/PR

Desse modo, o Presidente assinou na época uma ordem de serviço direcionada às obras emergenciais na Barragem de Jucazinho. Com valor estipulado em R$12.211.685,57, início do trabalho em 7 de dezembro de 2016 e término previsto para 05 de junho de 2017. Porém, até então, absolutamente nada foi feito! O que denota falha grosseira tanto do Governo Federal, o responsável pelo subsídio, quanto do Governo Estadual, o intermediador e executor do serviço.

Surubim (PE) – Presidente Michel Temer durante visita à Barragem de Jucazinho | Foto: Beto Barata/PR

Daí nos deparamos em abril de 2018 com um cenário dúbio e preocupante. Porque se por um lado existe possibilidade alta de melhorias significativas no abastecimento de Surubim (e Região), por outra há risco de problemas consequentes do descaso das autoridades envolvidas. Fazendo-nos exigir, além de água potável, respostas e, principalmente, soluções para o problema relatado!
Foto: Bana Aguiar/Ilustração

Foto: Bana Aguiar/Ilustração

A comunicação me fascina. Gosto de relatar, informar e opinar. Portanto, pus no ar um site pra expor minha terra de uma maneira dinâmica, sob o meu prisma e o de outros autores.

Notícias Recentes