Estudante da Rede Estadual desenvolve aplicativo que facilita acesso aos dados educacionais

(fonte: Governo de Pernambuco)
 
Nesta sexta-feira (11), o estudante Filipe Melo da Silva, 16 anos, da Escola Técnica Estadual (ETE) Advogado José David Gil Rodrigues, em Jaboatão dos Guararapes, apresentou ao secretário de Educação, Fred Amancio, o aplicativo “Central do Aluno”. Na ocasião, também estavam presentes professores, gestores e a equipe técnica da secretaria executiva de Gestão da Rede para tomar conhecimento sobre o sistema desenvolvido pelo estudante.
 
Filipe contou que o que motivou a criar o aplicativo foi devido às dificuldades de acessar a internet sem ter dados. Então, desenvolveu o software que disponibiliza, de modo off-line, notas e frequência dos estudantes, além de contar com uma central que permite anotações e agendamentos de trabalhos com lembretes diários. Isso vai ajudar aos estudantes a ver em qual disciplina precisam melhorar, quantos pontos precisam para completar sua média e, sobretudo, ter acesso a todas as suas notas. O uso diário do aplicativo permite que os estudantes fiquem atualizados dos seus dados educacionais e consigam acompanhar suas faltas.
 
Para se conectar ao app é muito fácil. Basta usar o mesmo login e senha de acesso que o estudante usa para entrar no site do Sistema de Informações de Educação de Pernambuco (SIEPE). Cada vez que o estudante estiver no modo online o aplicativo, automaticamente, irá sincronizar com os dados do sistema.
 
“Hoje em dia, as pessoas passam muito tempo usando o celular e se esquecem das suas tarefas. E isso acontecia muito comigo. Às vezes, eu agendava os trabalhos numa caderneta e quando era um tempo depois eu me lembrava, mas já era tarde demais”, afirma Filipe.
 
Em duas semanas de lançamento do app, mais de dois mil estudantes já fizeram download. Um dos objetivos da criação do aplicativo é fazer com que o uso de dados seja reduzido gerando, no entanto, custo-benefício para os usuários. “A aceitação dos estudantes está sendo muito positiva, inclusive, uma das minhas colegas me procurou para dizer que eu tinha que continuar com esse aplicativo porque ela acessa todos os dias e foi algo que realmente acabou com seus problemas”, ressalta.
 
“É muito importante, hoje, para nossos jovens resolver problemas. A atitude de Filipe vai ao encontro a isso, de desenvolver soluções que atendam a necessidade da sociedade e ele conseguiu fazer isso com muita excelência”, diz o professor de desenvolvimento de sistemas e orientador do projeto, Nikolas Nascimento.
 
Para Amancio, é muito interessante ver um estudante da Rede Estadual desenvolvendo um aplicativo como esse. “A partir dessa história, nós queremos incentivar outros estudantes para que surjam muito mais Filipes nas nossas escolas. A rede de ensino tem desenvolvido projetos muito interessantes. Alguns aplicativos, por exemplo, que o Governo do Estado usa hoje foram desenvolvidos pelos nossos estudantes. Por isso que a gente precisa incentivá-los cada vez mais”, expõe.

A comunicação me fascina. Gosto de relatar, informar e opinar. Portanto, pus no ar um site pra expor minha terra de uma maneira dinâmica, sob o meu prisma e o de outros autores.

Notícias Recentes