Paralisadas, obras de restauração da BR-101 causam transtornos e engarrafamentos no Recife

As obras de restauração da BR-101, que corta o Recife, estão paradas. Por causa disso, os engarrafamentos acontecem diariamente e os motoristas precisam ter muita paciência para passar até duas horas em percursos que, normalmente, durariam 20 minutos. O serviço começou em maio de 2017.
 
O cenário das obras paradas pode ser visto a partir do trecho próximo à Reitoria da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na Zona Oeste. A pista lateral da rodovia não foi concluída e foram colocadas pedras para impedir a passagem dos carros. Mesmo assim, alguns motoristas começaram a furar o bloqueio para tentar escapar de quilômetros de engarrafamento.
 
Quem tem comércio na região passa o dia esperando clientes, que praticamente não chegam por causa do transtorno causado pelas obras. Gerente de uma oficina no bairro do Engenho do Meio, também na Zona Oeste da capital, Alex Batista reclama da demora para a finalização do serviço.
 
“Ficamos para ter um bom resultado em dezembro, mas, infelizmente, parou tudo e os clientes foram embora”, afirmou. Em frente à Unidade de Saúde da Família do Engenho do Meio, moradores colocaram uma placa pedindo socorro. Com o trânsito desviado para dentro da comunidade, surgiram muitos problemas.
 
“Por causa das obras, os motoristas que estão desviando o trânsito não respeitam o limite de velocidade dentro do bairro e colocam em risco idosos e crianças. Além disso, os caminhões altos estão derrubando fios de eletricidade e causando risco de uma tragédia dentro do bairro”, disse o agente comunitário Alberto Barbosa.
 
(fonte: G1)

Portal voltado principalmente para Surubim & Região, por meio de notícias e opiniões. Mas também direcionado para assuntos relevantes no restante do Brasil e do mundo em geral.

Notícias Recentes