Prefeito de Umbuzeiro participa de solenidade para construção da adutora de água

(fonte: Prefeitura de Umbuzeiro/Adalberto Barbosa)
 
O governador Ricardo Coutinho (PSB) assinou, nesta sexta-feira (12), o Termo de Cooperação entre os Governos da Paraíba e de Pernambuco para a construção da adutora que levará água do Rio Paraíba para Barra de São Miguel-PB e Santa Cruz do Capibaribe-PE. 
O prefeito de Umbuzeiro, Nivaldo Araújo, esteve presente no evento e obteve informações que de acordo com o presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), João Fernandes, explicou que a Paraíba não vai perder água do Rio Paraíba (que inclusive passa pelo município de Umbuzeiro)para Pernambuco.
 
O que o estado vizinho vai retirar do manancial paraibano será uma quantidade que se refere a uma cota da qual ele tem direito. Para isso, inclusive, a vazão que atualmente chega a Monteiro, no Cariri da Paraíba, vai ter que aumentar. O governador também autorizou a abertura de licitação para a Estação de Tratamento de Água (ETA) de Barra de São Miguel, que representa R$ 950 mil de investimento. A obra vai beneficiar cerca de 3 mil habitantes e será feita pela Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), que ainda vai recuperar uma Estação Elevatória de Água Tratada e um Reservatório Elevado.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Umbuzeiro

O Termo de Cooperação foi assinado em solenidades nas duas cidades beneficiadas pela adutora. Os eventos contaram com a presença do governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), de diversos outros prefeitos, deputados, auxiliares dos Governos da Paraíba e de Pernambuco e outras autoridades. Na ocasião, o governador Ricardo Coutinho ressaltou que a adutora vai oferecer a parte da população de Pernambuco e aos moradores de Barra de São Miguel algo que é fundamental: o abastecimento de água.
 
O presidente da Aesa ainda detalhou como deve ser o processo que vai fazer com o que o Rio Paraíba abasteça Pernambuco. De acordo com João Fernandes, a diferença é que o estado vizinho em vez de pegar água próximo a Monteiro, vai retirar perto de Barra de São Miguel. Se a gente ia receber 4,5 metros cúbicos por segundo (m³/s) (a partir de abril), então vamos receber 5 m³/s para que 0,5 m³/s vá para o estado de Pernambuco. É um direito deles. Os dois governadores estão fazendo o que todos deveriam fazer, integrar os estado para resolver os problemas. Até porque a água é das pessoas, não é do paraibano ou do pernambucano. É de todas as pessoas”, finalizou.

Portal voltado principalmente para Surubim & Região, por meio de notícias e opiniões. Mas também direcionado para assuntos relevantes no restante do Brasil e do mundo em geral.

Notícias Recentes