Trump define Síria como apenas “areia e morte”

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ofereceu nesta quarta-feira (2) uma visão bastante dura da situação na Síria devastada pela guerra, resumindo o país a duas palavras: “areia e morte”, sem dar detalhes sobre o momento da retirada das tropas americanas. “A Síria se perdeu há muito tempo. E, além disso, não quero – estamos falando de areia e morte. É disso que estamos falando”, afirmou Trump em uma reunião de gabinete.
 
“Não estamos falando de vastas riquezas. Estamos falando de areia e morte”Quanto à polêmica saída das tropas americanas da Síria, Trump sentenciou: “Não quero ficar na Síria para sempre”.
 
Depois de anunciar recentemente que as tropas voltariam aos EUA de imediato e que o grupo Estado Islâmico (EI) tinha sido derrotado, não deu nenhuma previsão específica para a saída dos efetivos.
 
“Eu nunca disse que sairíamos da noite para o dia”, disse Trump. “Oh, estamos nos retirando”, acrescentou, dizendo apenas que isso aconteceria “dentro de um período de tempo”.
 
Na segunda-feira, o presidente republicano disse que os Estados Unidos estavam “enviando lentamente” as tropas para casa, um tom marcadamente diferente do que ele usou em seu anúncio inicial de retirada em 19 de dezembro. Os Estados Unidos instalaram cerca de 2 mil soldados no norte da Síria, a maioria deles forças especiais, para combater o EI e apoiar outras forças anti-extremistas.
 
(fonte: G1)

Portal voltado principalmente para Surubim & Região, por meio de notícias e opiniões. Mas também direcionado para assuntos relevantes no restante do Brasil e do mundo em geral.

Notícias Recentes