Os movimentos de Nóbrega

ECOS & FATOS DA POLÍTICA /// O ano que se passou não foi nada exitoso para as proteções políticas do ex-prefeito Flávio Nóbrega. Antes da disputa eleitoral, na qual os candidatos a Deputado Estadual, Deputado Federal, Senador e Governador, apoiados pelo mesmo, todos derrotados: enfrentou calado a publicação do livro Do Paraíso ao Inferno.

Sem sucesso, também, sua investida para ter em suas mãos o PSDB de Surubim. O professor Edgar, atual dirigente do partido, nesse município, não foi procurado, como recomendou a direção Estadual quando em contato com o ex-prefeito em Recife.

Flávio Nóbrega | Foto: divulgação

Flávio Nóbrega | Foto: divulgação

Nos bastidores, Flávio Nóbrega se comporta como se tivesse sido traído, responsabilizando muita gente pela má colheita do ano de 2014. O PT de hoje, não carrega aquela simbologia de 10 anos atrás; tempo do Presidente Lula, onde Flávio ficou bem à vontade, aproveitando bons ventos.

Agora, tempo de desalinho, e crise para o PT, Flávio que quer muito voltar a ser prefeito de Surubim, apesar de dizer o contrário, procura uma roupa nova para vestir em 2016. A existência de pesquisas apontando o seu favoritismo para as eleições do próximo ano, sinalizam um alento forte para o ex-prefeito.

Sabe Flávio, que se ficar fora da disputa, aumenta e muito as chances da oposição local. Assim, sua vaidade pessoal tende a crescer. Todavia, somente depois de setembro, prazo final para as filiações, poderemos avaliar melhor o grau de participação das possíveis candidaturas a prefeito.

Paulo Barbosa

Militante de esquerda, comentarista político e colunista do Correio do Agreste.

Notícias Recentes